Segunda-feira, 23 de Julho de 2012

«Novas Oportunidades»: DOUTORES E ENGENHEIROS

O importante não é um ministro não ser “doutor»;
o importante é haver universidades que fabricam «doutores à medida»

 

Toda a gente já ficou a saber que, para se ser ministro não se precisa de um canudo. A competência não é tão facilmente adquirida como este.

A mim, pelo menos, não me incomoda nada que as criaturas tenham canudos das «jotas» ou das universidades comerciais que por aí pululam. Espanta-me, sim, o silêncio de hoje dos que ontem bramavam; como já me não surpreenderá com o ruido que farão amanhã, quando se fizer notar o silêncio dos bramadores de hoje.

Mas, como, por enquanto, a memória não me é curta, saltam-me à memória os «doutorados» que despontaram na nossa sociedade política logo após 1974. Quantos foram os «diplomados», em singulares cursos de verão, quase sempre em frequências curtas da conceituada Sorbonne? Perdemo-nos nos meandros da evocação de ministérios e secretarias de estado preenchidos por «doutores» que, por cá, nem o ensino secundário haviam concluído.

Alguém se lembra do ruído que se fez porque, no meio de tantos «doutores», um sindicalista notável mas não enfeitado com o competente canudo chegou a ministro trabalho? Ou de um secretário de estado da cultura cujo méritos lhe advinham dos poemas e não de um título universitário? Eu lembro, eu lembro…

Agora temos um Relvas que, através de «xico-espertice» mal explicada pela Universidade Lusófona, alcançou uma licenciatura; ontem, foi um Sócrates que, inconformado com o seu diploma de bacharel em engenheira civil (tirado, ao que parece, legalmente no ISEC), se promoveu com uma licenciatura na Independente (que, em termos conhecidos, também licenciou um tal de Vara (caixa numa agencia bancária de 3ª categoria), na véspera de este poder ser designado administrador de um importante banco.

Mas… quantos terão sido os «premiados»? É melhor não começarmos a pensar muito no assunto. É que o actual primeiro-ministro após um arrastado percurso académico, terminou a sua licenciatura, como que, à beira dos 40 anos, por aparente milagre, na mesma universidade cujo reitor «creditou» e avaliou Relvas…

Somos uns pais pequenino, prenhe de insegurança, à beira da mendicidade. Mas, nisto dos currículos de «doutores e engenheiros», ninguém nos bate. Como se justifica o milagre? Pois é simples: temos entre nós uma espécie de super-entidade, uma super-maçonaria que tudo rege, que fornece competência e saber - são as «jotas».

É nas «jotas» que se determina quem há-de mandar neste país. Não pela competência, mas como prémio pela dedicação e persistência. São as «jotas» que definem quem manobra as «máquinas partidárias».

Sócrates veio da «jota»; Portas, veio da «jota», Passos Coelho e Relvas vêm direitinhos da «jota». Seguro, também, ele, vindo da «jota», arrastou a custo a sua então cabeleira loira pelos bancos do liceu, dependurou uma inscrição no ISCTE, chegou a secretário de estado e, por se ter confessado «muito cansado», foi estagiar no parlamento europeu, donde voltou já «doutor», licenciado em relações internacionais pela Universidade… Autónoma de Lisboa (que, para tal, também lhe atribuiu créditos).

 

 
Diz-se que a concorrência conduz a um mais barato e melhor serviço. No caso das universidades, porém, aparentemente, as coisas não se passam assim. Parece urgente que se ponha um travão nestas fábricas de canudos. Alguém que o faça! – sob pena de vermos o ensino universitário português alvo de chacota internacional.
 
Mariano Gago, ministro do governo de Sócrates, não teve muitas dúvidas: mandou encerrar a «Independente», como já ecerrara a «Internacional». Será que Nuno Crato permitirá que castiguem a «Lusófona»?! Vamos ver, vamos ver...
 

E as «Autónomas» e outras instituições universitárias privadas, famosas por fabricarem títulos académicos «a pedido», para promoção da mediocridade e dar «competência» para cargos de chefia? - como uma que todos conhecemos, aqui bem perto...

E.G

  

 Este blog não está interessado em aderir ao novo Acordo Ortográfico da Língua Brasileira. Por isso, escreve no que entende ser Português escorreito

 

 

Publicado por democracia-do-sul às 22:29
Link deste post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

*Mais sobre este blog

*EDITORIAL

Este blog será… aquilo que e os editores que me acompanham quisermos que seja. Não nos declaramos apartidários nem enfeudados. Também não nos rotulamos nem laicos nem místicos. Seremos, tanto quanto possível, observadores atentos e críticos; ácidos e ásperos, quando necessário. As nossas escolhas, a moral e a ética expressas serão aquelas que a nossa consciência, vontade e princípios o ditarem. “Democracia do Sul” será local de debate se os leitores assim desejarem, desde que usem regras de correcção e de respeito. Pomo-nos ao serviço da Região Algarvia, centrando- -nos principalmente no Concelho Louletano. Nosso farol será a Democracia; nossa “dama”, a República. ooooooooooooooooooooooooo - escreva-nos - escreva-nos democracia-do-sul@sapo.pt - escreva-nos ooooooooooooooooooooooooo

*Desde 27 de Fev. de 2012, já aqui andaram a navegar,

Website Hitwebcounter
leitores interessados, amigos ou simples curiosos

*pesquisar

 

*Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


*Tempo que faz lá fora

Previsões e | mapas satélite
FASES DA LUA

*Tags

* todas as tags

*Os posts mais recentes

* RESGATE SIM, RESGATE NÃO,...

* QUE ESPERAVAM?

* ACREDITE:

* FAZ O QUE ELE DIZ !

* TAL COELHO, TAL SEGURO...

* VERDADEIRO EMBUSTE, ESTE ...

* ELEGIA DA INFRUTUOSIDADE ...

* DE QUE SERVE SER BOM ALUN...

* SOMOS UNS BANANAS!...

* A ESPERANÇA VIRÁ DE BARCE...

* ASSALTO AO «POTE» PELOS «...

* EMU - A MÁQUINA INFERNAL

* NÃO MATEM A ESPERANÇA!

* E ELE RI-SE, CARAMBA!

* APERTEM! APERTEM!...

*Os comentários recentes

Não estive lá mas contarão-me que a Jamila madeira...
Não, meu caro...O que defendemos é que deveríamos ...
Olá! Quer dizer que vocês apoiam que Portugal saia...
Realmente... sem palavras...
Miguel Relvas, na sua chico-espertice tradicional,...
Se os passos e relvas soubessem ingles ficava tudo...
Não pode ser. Este governo tem de cair e deve cair...
Porque voces não escreverão nada quando foi a mani...
Sabendo-se que o genro de Cavaco Silva comprou o P...

*Os posts mais comentados

*Links importantes

*Arquivos da «Democracia»

* Novembro 2013

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

Obrigado por ter visitado a «Democracia do Sul»
Pode ainda ler estes blogs interessantes