Segunda-feira, 26 de Março de 2012

OS GRANDES DEMAGOGOS

Lincoln terá dito que “a demagogia é a capacidade de vestir as ideias menores com palavras maiores”; mas, centenas de anos antes, Aristóteles avisara que “a turbulência dos demagogos derruba os governos democráticos”.

 

Um país democrático ou um país prestes a ser derrubado pela demagogia?
 

A mim, parece-me que os políticos que nos têm (des)governado – depois de Êrnani Lopes ter conseguido o milagre de equilibrar as finanças portuguesas – ignoram deliberadamente as palavras sensatas.

Aqui há umas semanas, ouvimos o líder socialista, Seguro, bramar palavras incríveis contra o governo de Passos Coelho, como se, nos últimos anos, os responsáveis do partido do punho fechado tivessem passado, angelicamente, pelos lugares de governação.

Logo a seguir, veio Cavaco denunciar Sócrates como uma espécie de traidor que levou o país à miséria, como se não tivesse sido a governação do mesmo Cavaco que desbaratou estupidamente em cimento e por mãos amigas, os milhões que chegavam, diariamente, de Bruxelas.

Agora, no congresso do PSD da última semana atingiu-se o paroxismo da demagogia. Já o ministro das finanças se vangloriara de que já estamos a meio da ponte. Mas, quem ouviu Passos Coelho e os demais oradores, acreditaria que eles vivem noutro país que não se chame Portugal.

Disse-se e redisse-se que estamos em recuperação e que, lá para meados do próximo ano, já estaremos numa fase ascendente, olhando para o buraco ao fundo do túnel, já que em 2013 estaremos a crescer.

Ninguém teve a coragem (honestidade) de dizer que a política de restrições que este governo nos (nos… a quem não se pode defender, claro) tem imposto nos empurram, cada vez mais, para o fundo do poço e nunca para perto da luz; porque a realidade é que os números não mentem (ao contrário dos Pinócrates e dos Coelhómetres) e a realidade é que o défice do Estado, cresceu em menos de um ano, triplicando, para 3,5%; e as receitas fiscais que o manso Gasparzinho (que quer ser mais troikista que a troika) previa que subissem… não subiram. Ao contrário, desceram 5,3% !

Falhanço total! – O aumento brutal dos impostos nunca compensará a ausência de crescimento económico.

 

Eles acham que somos todos parvos!
 

Gaspar bloqueou a economia e o governo entrou no mundo do surreal, como fizera o governo anterior.

Se calhar, estávamos a meio da ponte, pois, mas desde que o PSD se aliou ao BE para recusar a última bóia que poderia ser de salvação, chamada PEC 4, começámos a andar, aceleradamente, “às arrecuas”.

Por favor, deixem de vestir as ideias menores com palavras bonitas. Acabem com a demagogia e reconheçam a vossa incapacidade para dirigir o que quer que seja!

E.G.

Este blog não está interessado em aderir ao novo Acordo Ortográfico da Língua Brasileira. Por isso, escreve no que entende ser Português escorreito

Publicado por democracia-do-sul às 14:35
Link deste post | Comentar | Adicionar aos favoritos
5 comentários:
De João Martins a 4 de Abril de 2012 às 01:52
Ainda não percebi se são de esquerda se são de direita, sei que não são apartidários. Mas a estética do blogue está perfeita e a qualidade da escrita não lhe fica atrás. Assim que puder acrescento-vos no meu blogue. Longa vida!

João Martins
Blogue macloulé


De E.Geraldo a 6 de Abril de 2012 às 16:01
Caríssimo leitor João Martins
Se não estou em erro (e se estiver, que me perdoe o lapso de uma memória que já vai tendo as suas falhas) a frase “Democracia de direita é uma contradição de termos” foi posta por Somerset Maugham na boca de uma das personagens de Servidão Humana (Of Human Bondage), obra escrita no longínquo no de 1915.
Outros, tendo em mente as democracias totalitária, pensarão, certamente que “contradição de termos” será, antes, falar em “Democracia de esquerda”.
É fatal: tentar pôr rótulos a teorias políticas, éticas e morais descambará sempre em caos demagógicos, calculistas ou de objectivos inconfessáveis.
Certamente, objectivos ocultos não serão os seus. Por isso, lhe peço que não tente ver-nos por prismas de direita ou de esquerda. Procure antes ver-nos como aquilo que sou (porque, até agora, tenho sido o único autor do articulado apresentado): apenas democrata.
Não acredita que seja apartidário. Pois lamento dizer-lhe que está errado. Sou apenas, aquilo que pretendo ser: crítico. E, pelo que se me apresenta no leque político português, nunca me encaixarei em conformidade em qualquer das agremiações existentes.
Também não professo ideias anarquistas (se bem que, muitas vezes, os apelos não faltem), porque ser anarquista não é ser apolítico, mas antes político (e muito) de sinal contrário.
Deixe-me, pois no papel que escolhi, de observador e comentador crítico. Com um grande senão , que é o de não ter disponibilidade e tempo para estar mais presente.
Quanto às suas palavras amáveis…. São favores que se agradecem, porque em todos nós há sempre um lugarzinho para a vaidade pessoal.
Faço o que sei e esforço-me por fazer o melhor que sei. E é tudo.
Cumprimentos.
E. Geraldo


Comentar post

*Mais sobre este blog

*EDITORIAL

Este blog será… aquilo que e os editores que me acompanham quisermos que seja. Não nos declaramos apartidários nem enfeudados. Também não nos rotulamos nem laicos nem místicos. Seremos, tanto quanto possível, observadores atentos e críticos; ácidos e ásperos, quando necessário. As nossas escolhas, a moral e a ética expressas serão aquelas que a nossa consciência, vontade e princípios o ditarem. “Democracia do Sul” será local de debate se os leitores assim desejarem, desde que usem regras de correcção e de respeito. Pomo-nos ao serviço da Região Algarvia, centrando- -nos principalmente no Concelho Louletano. Nosso farol será a Democracia; nossa “dama”, a República. ooooooooooooooooooooooooo - escreva-nos - escreva-nos democracia-do-sul@sapo.pt - escreva-nos ooooooooooooooooooooooooo

*pesquisar

 

*Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


*Tags

* todas as tags

*Os posts mais recentes

* RESGATE SIM, RESGATE NÃO,...

* QUE ESPERAVAM?

* ACREDITE:

* FAZ O QUE ELE DIZ !

* TAL COELHO, TAL SEGURO...

* VERDADEIRO EMBUSTE, ESTE ...

* ELEGIA DA INFRUTUOSIDADE ...

* DE QUE SERVE SER BOM ALUN...

* SOMOS UNS BANANAS!...

* A ESPERANÇA VIRÁ DE BARCE...

* ASSALTO AO «POTE» PELOS «...

* EMU - A MÁQUINA INFERNAL

* NÃO MATEM A ESPERANÇA!

* E ELE RI-SE, CARAMBA!

* APERTEM! APERTEM!...

*Os comentários recentes

Não estive lá mas contarão-me que a Jamila madeira...
Não, meu caro...O que defendemos é que deveríamos ...
Olá! Quer dizer que vocês apoiam que Portugal saia...
Realmente... sem palavras...
Miguel Relvas, na sua chico-espertice tradicional,...
Se os passos e relvas soubessem ingles ficava tudo...
Não pode ser. Este governo tem de cair e deve cair...
Porque voces não escreverão nada quando foi a mani...
Sabendo-se que o genro de Cavaco Silva comprou o P...

*Os posts mais comentados

*Links importantes

*Arquivos da «Democracia»

* Novembro 2013

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

Obrigado por ter visitado a «Democracia do Sul»